segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Respeito ao Consumidor

Olá pessoal, hoje venho contar-lhes um fato que me aconteceu e me agradou muito.
Comprei um ferro elétrico há uns oito meses mais ou menos, fiquei muito feliz com o produto e me apaixonei. Um tempo depois, meu anjinho deixou o ferro cair no chão e a base que é de cerâmica, e teve 90% de responsabilidade pelo meu encantamento, quebrou.Neste momento meu mundo caiu...Imagine, eu detesto passar roupa e esse ferro estava até tornando essa tarefa mais amena.Não grudava nada, não queimava nada.Uma gracinha(rs).
Então me enchi de coragem e fui atrás de assistência técnica.Achei! O cara após uns três dias, e eu ligar novamente, me cobrou R$ 50,00 para o concerto.Eu muito inocente indaguei que havia pago exatamente este valor, então não justificaria pagar o mesmo pelo concerto.Ele disse, munido de uma cara de pau impressionante, que a base era a alma do ferro.
Quase mandei ele ir para aquele lugar... E resolvi comprar outro ferro.Quem disse que eu achava?Aí eu desisti, fiquei p. da vida e esqueci o assunto.
Algum tempo depois resolvi entrar em contato com a empresa, por e-mail, e relatar minha historinha.Besta fiquei eu quando a pessoa me respondeu que me mandaria a peça sem custo algum, apenas custo do correio mediante depósito prévio. Lá fui eu, depositei R$ 21,00, mandei comprovante e hoje, chegou minha peça.
Estou até me sentindo privilegiada, mas com essa experiência tiro a conclusão de que nós brasileiros desperdiçamos muita coisa sem sequer pensar em contornar.Se fossemos atrás de uma solução poderíamos recuperar muita coisa e economizar dinheiro também.
O nome da empresa é Cadense, lá do Rio Grande do Sul. Já enviei um e-mail agradecendo o respeito.

2 comentários:

Sônia Maria disse...

Olá amiga!
Que bom , heim?
Não conhecia este ferro.
Se achar compro um.
Uma beijoquinha do coração do Brasil para você.
Sônia Maria

Fazendo Crochê disse...

Olá
Parabéns...vc fez valer seu direito de cidadã...se todos fizessem a mesma coisa garanto que as coisas seriam melhor...minha sogra sempre corre atrás de qualquer prejuízo seja lá um pão ou uma massa de macarrão que ficou mole demais virando um mingau...e sempre teve exito ao entrar em contato com as empresas...
bjs
Vânia